• Prêmio de boias práticas 2017
  • Banner Recadastramento do Servidor

Notícias

08/05/2015 09:30

Mulheres de Porto Seguro passam a contar com mais um equipamento de enfrentamento à violência

O Governo da Bahia, através da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM-BA), inaugurou ontem (07), juntamente com a Prefeitura de Porto Seguro, o Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM) da cidade.

A inauguração contou com a presença do Governador da Bahia, Rui Costa, da Secretária de Política para as Mulheres, Olívia Santana, da Prefeita de Porto Seguro, Cláudia Oliveira, dentre outras autoridades.

O CRAM conta com uma equipe de atendimento formada por diversos profissionais, como: a coordenadora, um assistente administrativo, uma psicóloga, uma assistente social, uma pedagoga e uma advogada.

Dispõe de duas salas de atendimento, banheiro, copa, brinquedoteca, área externa, além das salas da coordenação, das áreas técnicas e de reunião. Está localizado no centro da cidade, na Rua Treze de Maio, e funcionará de segunda a sexta, das 09h às 18h, com capacidade para atender cerca de 20 mulheres semanalmente.

Em pronunciamento, o Governador Rui Costa ressaltou a importância de combater a violência doméstica: “Estamos fazendo um grande esforço para ampliar a proteção das mulheres baianas. Vamos desenvolver um Programa Permanente de combate, pois a violência em casa só gera mais violência nas ruas”, afirmou.

A Secretária Olívia Santana frisou a importância do atendimento qualificado que será oferecido para estas mulheres: “A equipe do CRAM está capacitada para atender às mulheres em situação de violência. É mais uma conquista nesta rede estruturada de apoio às mulheres. Aqui, ela também vai conhecer mais sobre os seus direitos e os encaminhamentos necessários”, explicou.

O equipamento será um importante instrumento de combate à violência de gênero no local. De acordo com dados da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Porto Seguro, em 2015, já foram solicitadas 184 medidas protetivas, 127 inquéritos foram registrados e dois homicídios foram ocasionados por violência doméstica.

Por uma vida sem violência

O projeto é fruto de convênios firmados entre as Secretarias de Políticas para as Mulheres do Governo da Bahia e da Presidência da República. No total, serão investidos R$ 991.126,32, fruto de uma Emenda Parlamentar proposta pela Deputada Federal Alice Portugal e de demanda espontânea.

O principal objetivo do projeto é promover políticas públicas que rompam por completo o ciclo de violência contra as mulheres, proporcionando a ampliação e implementação de serviços de atendimento especializado.

Outras cidades também serão beneficiadas, dentre elas: Ilhéus, Camacã, Barreiras e Teixeira de Freitas.



Ascom SPM-BA
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.