• Prêmio de boias práticas 2017
  • Banner Recadastramento do Servidor

Notícias

23/11/2015 16:30

Dia da Baiana de Acarajé será comemorado com homenagem especial à luta pelo fim da violência contra as mulheres

Este ano, o Dia da Baiana de Acarajé, 25 de novembro, terá uma comemoração especial. As baianas firmaram parceria com a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM-BA), aderindo à Campanha dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher.

A tradicional missa será celebrada pelo padre Lázaro, que falará aos presentes sobre a necessidade de todos se unirem pelo fim da violência contra a mulher. Em seguida, o cortejo laranja tomará as ruas do Centro Histórico de Salvador, com as baianas pedindo o fim da violência contra as mulheres.

O cortejo ganhará um novo tom, a cor laranja, para fortalecer a Campanha dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres da SPM-BA, que será lançada durante a comemoração das baianas.

Algumas baianas que participarão da missa na Igreja do Rosário dos Pretos, do trajeto que sai da igreja em direção à Praça da Cruz Caída, e das atividades no Memorial das Baianas, estarão com saias e torços na cor laranja, que é mundialmente utilizada para remeter à causa e gerar o debate e a reflexão da sociedade sobre o tema.

A Secretária de Políticas para as Mulheres da Bahia, Olívia Santana, e a Desembargadora Nágila Brito, marcarão presença nas atividades. A concentração das baianas acontecerá às 09h no Largo do Pelourinho, a missa terá início às 10h, e o trajeto seguido das atividades culturais e do almoço será a partir das 11h.

A campanha

Com início no dia 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher, e fim no dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, a campanha é uma mobilização mundial, que acontece anualmente. O Poder Público e diversos atores da sociedade civil atuam de forma engajada durante o período, lutando pelo enfrentamento à violência contra as mulheres.

A primeira edição aconteceu em 1991. Atualmente, mais de 160 países participam do movimento, que tem como objetivo apresentar dados, debater o assunto e lutar pelo fim da violência sofrida por mulheres de todo o mundo.

Na Bahia, a campanha dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres começou no dia 20 de novembro, já que no Brasil, o início é antecipado para o Dia Nacional da Consciência Negra, para enfatizar a dupla discriminação sofrida pela mulher negra.

Será realizada uma série de atividades para fortalecer a campanha na Bahia. A Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM-BA) realizará ações de diversas vertentes e com diversos públicos no intuito de combater a violência contra as mulheres das mais variadas formas.


Ascom SPM-BA
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.