• Orientações Covid 19
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • Banner Racismo

Notícias

24/11/2017 11:00

Camila Pitanga para as pesquisadoras da Ufba: Vocês não estão sozinhas

Durante a abertura do Mulher com a Palavra, a atriz e diretora Camila Pitanga prestou solidariedade às pesquisadoras do Núcleo de Estudos Interdisciplinares da Mulher da Ufba, que sofreram ameaças por conta das pesquisas desenvolvidas sobre gênero. “Vocês não estão sozinhas e não vamos nos calar”, disse. A declaração aconteceu na noite de quinta-feira (23/11), no palco do Teatro Castro Alves.

Com o tema ‘Negra, sim!’, o encontro foi o último do Mulher com a Palavra deste ano, projeto desenvolvido pela Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM-BA) em parceria com a Maré Produções Culturais, e com o apoio da Bahiagás e Instituto Avon. O bate-papo no TCA marcou o início das ações dos 21 Dias de Ativismo na Bahia, campanha internacional da ONU de enfrentamento à violência contra as mulheres.

Embaixadora da ONU Mulheres Brasil, Camila Pitanga chamou a atenção para o fato de que mulheres como ela podem fazer a diferença para o movimento feminino. “Nós que estamos em posição mais confortável, podemos usar nossa voz para ajudar as outras. Inclusive, quando recebi o convite da ONU em 2015, busquei estudar e refletir de que forma eu poderia ajudar nesse sentido”.

Sobre se reconhecer como feminista, Camila disse que tudo começou por uma questão de não conformismo com o que era apresentado. “Me choca ver que ainda hoje as mulheres são colocadas em uma situação de inferioridade”. Sobre a carreira, a convidada afirmou que as artes podem contribuir para a transformação e valorização identitária.

Nesta edição do Mulher com a Palavra, o projeto contou com a participação de Mafoane Odara, coordenadora de Projetos voltados para o enfrentamento à violência contra as mulheres do Instituto Avon.

Para a secretária da SPM, Julieta Palmeira, o sucesso do Mulher com a Palavra é reflexo do trabalho desenvolvido pelos envolvidos, levando para o TCA representações femininas engajadas com as questões de gênero e combate ao racismo.

Mediação

A jornalista e apresentadora Vânia Dias foi a responsável pela mediação desta edição do projeto Mulher com a Palavra. Para ela, é muito importante ocupar o palco do Teatro Castro Alves para discutir gênero, combate ao racismo, sexualidade e diversidade. As secretárias de Promoção da Igualdade Racial, Fabya Reis, e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Olívia Santana.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.