• Sei Bahia

Notícias

04/12/2017 13:00

Vitória da Conquista recebe 13ª Caravana Respeita as Mina deste ano

A Caravana Respeita as Mina, responsável por sensibilizar e mobilizar municípios baianos para o enfrentamento à violência contra as mulheres, realizou a 13ª visita de 2017, na sexta-feira (1º). Dessa vez, a cidade beneficiada foi Vitória da Conquista, e o encontro aconteceu no Colégio Polivalente.

Durante a manhã, técnicas da Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SPM-BA) promoveram oficinas com a população da cidade. Voltadas para estudantes da rede estadual de ensino, integrantes da sociedade civil, segurança e da rede, as conversas apresentaram temas como enfrentamento às violências contra mulheres com recortes de gênero, raça e prevenção, além da importância em incentivar o empoderamento feminino.

Para a titular da SPM-BA, Julieta Palmeira, a conscientização é fundamental para criar uma sociedade em que a igualdade de gênero seja predominante. “Fomos criados numa educação sexista e que gera violência mais adiante porque a mulher é educada para se submeter às vontades do homem. Temos que ter a consciência de que isso precisa acabar para não continuarmos lamentando a violência e a sub-representação feminina nos espaços da sociedade. A violência não é só um problema de polícia, é um problema de cultura sexista, de desconstrução e dar protagonismo às mulheres.”

Presente na Caravana, a delegada Decimária Gomes, titular da DEAM da cidade, agradeceu o convite para participar do evento e parabenizou a iniciativa da SPM por levar a reflexão de uma temática tão importante para a cidade. Representando o Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres, Arlene Santos afirmou que “a violência está muito intensa em Conquista e é preciso que sejam realizadas cada vez mais capacitações para a população.”

A Caravana Respeita as Mina contou com as presenças da deputada federal Alice Portugal, do deputado estadual Fabrício Falcão, das vereadoras da cidade, Nildma Ribeiro e Viviane Sampaio, da comandante da Ronda Maria da Penha, capitã Débora Costa, da juíza da Vara da Mulher, Juliane Nogueira, do secretário Municipal de Transparência e Controle, Diego Gomes, e do delegado e coordenador do Comitê de Homens, Luiz Henrique de Paulo Machado.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.