• Sei Bahia

Notícias

04/01/2018 13:50

SPM-BA acompanha caso de estupro em Jacobina

A Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM-BA) se solidariza com a vítima do estupro que ocorreu no último domingo (31), no município de Jacobina, no norte do estado. A titular da pasta, Julieta Palmeira, entrou em contato com a Secretaria Municipal de Ação Social de Jacobina para monitorar o andamento das investigações policiais e prestar acompanhamento à vítima.

Para a secretária Julieta, casos como este não podem ser naturalizados. “A cultura do estupro precisa ser combatida e o agressor punido. Não podemos permitir que mais mulheres sejam vítimas de violência todos os dias. É necessário um trabalho conjunto entre sociedade e governo para reverter essa triste situação”, completa.

O suspeito de ter cometido o crime é Marcus Machado, 34 anos, que está preso em Jacobina. De acordo com a polícia, ele teria estuprado uma jovem de 18 anos dentro de uma boate, na madrugada de domingo (31). O suspeito negou à polícia que tenha cometido o crime e afirma que a relação sexual foi consensual.

Ele responde, ainda, a um processo por estupro de vulnerável, movido em 2014, pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) na cidade de Capim Grosso. O caso segue em segredo de Justiça.

Entenda o caso

Em entrevista a um site, uma amiga da vítima de Jacobina contou que elas estavam em uma casa de shows com um grupo de amigos. Em determinado momento da madrugada, a jovem teria ido ao banheiro e demorado para voltar.

“Achei estranho e fui procurar. Sentei um pouco para ver se ela vinha ao meu encontro. Tem uma área de lanches. Eu sentei lá. Aí, eu ouvi de longe a voz dela falando ‘para’. Quando vi, ela estava em um beco, na porta da saída de emergência, ele em cima dela. Ela estava ensanguentada”, declara.

Ao encontrar a amiga com o suposto agressor, ela afirma que pediu socorro. “Comecei a gritar e ele saiu rindo”. A amiga diz ainda que a jovem foi levada para o hospital com muito sangramento.

Com informações
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.