• Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • Banner Racismo

Notícias

04/12/2019 14:50

Comissão de Direitos Humanos da Alba lamenta aumento do índice de feminicídios na Bahia

Feminicídio em Cachoeira, a tragédia em Paraisópolis, audiências e relatoria para projetos de lei foram os principais assuntos discutidos na manhã desta terça-feira (3), pela Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública, na Assembleia Legislativa.

A presidente do colegiado, Neusa Cadore, iniciou a reunião fazendo um relato dos encaminhamentos levantados na audiência pública realizada nesta segunda-feira, em Cachoeira, que discutiu sobre a morte da estudante da UFRB, Elitânia de Souza, há uma semana, vítima de feminicídio. Além de Cadore, representaram a ALBA na audiência as presidentes das comissões dos Direitos da Mulher, Olívia Santana, e a da Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Serviço Público, Fabíola Mansur.

“Foi um momento muito doloroso, no qual discutimos estratégias de como avançar nessa nossa luta para que não tenhamos essas tragédias sucessivas. Ano a ano aumenta na Bahia o número de feminicídio, mulheres jovens que têm suas vidas, seus projetos e seus sonhos podados”, relatou.

Para fazer frente ao alto índice de feminicídio na Bahia, que aumentou 17% no primeiro semestre deste ano, foi colocada, entre outras ações, a reeducação dos homens, “porque o machismo mata e nós temos que desconstruir essa ideia terrível que ainda domina a nossa sociedade”, afirmou.

Fonte: Alba

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.