• Prêmio de boias práticas 2017
  • Banner Recadastramento do Servidor

Notícias

12/03/2017 12:20

Voluntárias Sociais ampliam atendimento da Feira da Mulher

As Voluntárias Sociais estão cadastrando todas as pessoas que não conseguiram atendimento, hoje (12), na Feira da Mulher, na Cidade Baixa. As mulheres serão informadas, por telefone, o dia da consulta que será agendada ainda para este mês.

Segundo estimativa da Polícia Militar 10 mil pessoas foram ao Largo de Roma, onde a feira está montada com serviços na área de saúde da mulher, serviços de beleza, unidade do SAC Móvel para retirada de documentos e unidade do Sine Bahia para intermediação de mão-de–obra, além do ônibus da Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SPM-BA), com orientação psicossocial e jurídica em casos de violência contra as mulheres.

Devido a grande procura pelos serviços de saúde, o Hospital da Mulher reforçou o atendimento . Mais de 100 profissionais entre médicos, enfermeiros, técnicas de enfermagem e pessoal de apoio estavam de plantão para o atendimento nas áreas de mastologia, ginecologia, cirurgia plástica, cirurgia geral, angiologia e serviços como colocação de DIU. Foram realizadas 810 consultas no Hospital da Mulher e agendadas outras 350, além de 280 exames oftalmológicos realizados e 240 consultas marcadas.

Lucineide dos Santos, ajudante de cozinha, aguardava há quatro anos para fazer uma cirurgia para retirada de um lipoma (caroço de gordura). “Estão atendendo a gente muito bem e tem gente que já fez um exame e está aguardando outro”.

A técnica de enfermagem Juliana de Almeida, 34 anos, três filhos, passou pela consulta médica e aguardava na fila para o agendamento da cirurgia de laqueadura. “Já queria fazer essa cirurgia. Quando eu fiquei sabendo da feira, me programei pra vir logo”, disse. Só hoje o Hospital da Mulher atendeu 810 pessoas.

A empacotadora Sônia Souza de Jesus chegou às cinco da manhã e não se arrependeu. “Já estou aqui com a solicitação dos exames pré-operatórios para fazer uma cirurgia de mioma. Já estou com meio caminho andado”, disse enquanto aguardava na fila para o agendamento do procedimento.

A Feira da Mulher, promovida pelas Voluntárias Sociais, superou as expectativas. A Feira pretendia oferecer agendamento para cirurgias e exames mais complexos. Houve, entretanto, uma grande procura por atendimentos e exames na área de atenção básica de saúde, a exemplo de preventivo. Embora a feira não oferecesse esse atendimento, as mulheres foram cadastradas para consulta posterior em função da demanda reprimida nas unidades de saúde do município.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.