• Prêmio de boias práticas 2017
  • Banner Recadastramento do Servidor

Notícias

11/10/2017 10:00

Experiência da SPM com o projeto Margaridas é apresentada no Maranhão

O desenvolvimento do projeto Margaridas, realizado na Bahia por meio de parceria entre a Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres e o Governo Federal, foi tema de apresentação durante o Seminário Estadual sobre as ações do Projeto de Fortalecimento da Cidadania e Organização Produtiva das Trabalhadoras Rurais Maranhenses, na última segunda-feira (09).

A chefe de Gabinete da SPM-BA, Karla Ramos, foi responsável pela apresentação dos resultados obtidos com a execução do Margaridas na Bahia, além de dividir a experiência de outras iniciativas da pasta voltadas para a inclusão econômica e produtiva de mulheres quilombolas e rurais.

Durante o encontro, uma participante do projeto ‘Meninas Ocupam’ compôs a mesa do evento e assumiu simbolicamente o papel de secretária Estadual da Mulher do Maranhão, ao lado da atual titular da pasta, Laurinda Pinto.

O Meninas Ocupam é uma ação do Governo do Maranhão em parceria com a Plan International, organização da sociedade civil que estimula a participação de meninas nos espaços de poder.

O seminário contou com as presenças de mulheres quilombolas, marisqueiras, pescadoras, assentadas da reforma agrária, trabalhadoras da agricultura familiar, indígenas, negras e jovens. Todas serão beneficiadas pelo projeto Margaridas no Maranhão.

Margaridas

Na Bahia, o projeto Margaridas foi realizado pela SPM-BA, através de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), e teve como objetivo atender às mulheres das zonas rurais dos municípios baianos, com a promoção da cidadania e a autonomia econômica e social, além de auxiliar na prevenção e no enfrentamento de todas as formas de violência. Através da realização de rodas de diálogos, temas como a importância dos documentos e a prevenção e o enfrentamento à violência contra a mulher foram abordados.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.