• Sei Bahia
  • RH Bahia

Notícias

27/10/2017 14:10

Ubaitaba é o primeiro município a receber a Caravana Respeita as Mina Litoral Sul

A Caravana Respeita as Mina – Litoral Sul, de enfrentamento à violência contra as mulheres, fez sua primeira oficina de capacitação em Ubaitaba, nesta quinta-feira (26), na quadra de esportes da Escola Municipal Osvaldo Cruz. O projeto realiza ações de sensibilização semelhantes às caravanas Respeita as Mina da Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SPM-BA). As ações visam engajar e sensibilizar a população local para a importância da luta contra a violência às mulheres, buscando o fortalecimento da rede de atenção nos municípios da região e também a conscientização da população em geral, principalmente da juventude, para as graves consequências do machismo.

Na ocasião, a secretária da SPM-BA, Julieta Palmeira, destacou a importância do projeto, resultado de Emenda Parlamentar do deputado federal, Davidson Magalhães por meio do Convênio nº 837306/2016. “A violência contra as mulheres é uma questão de saúde pública e afeta diretamente a saúde das mulheres, quando não lhe tira a vida”, disse a titular da SPM-BA, que ressaltou a necessidade de ações de sensibilização nos municípios. “O Brasil é o quinto país do mundo no número de mortes, de assassinatos de mulheres e essa violência muitas vezes envolve pessoas conhecidas. Isso precisa ser enfrentado e precisamos envolver os municípios”, disse o autor da emenda.

A oficina de capacitação começou no fim da tarde voltada para representantes da sociedade civil, rede de atenção à mulher e jovens. O evento foi encerrado com um ato institucional, com a participação de secretários municipais, entre eles da secretária Municipal de Assistência e Promoção Social, Elied Veras, representando a prefeita Suka Carneiro, além do delegado Adelino Loyola de Andrade Neto e o diretor da Escola Municipal Osvaldo cruz Mateus Longo.

Índices de violência


Sete municípios do território Litoral Sul estão entre 100 com maiores índices de homicídios de mulheres no Brasil, entre eles Ubaitaba. Segundo o Mapa da Violência 2015, a taxa média de homicídio doloso de mulheres no município é de 13,4%, a 7ª maior entre as cidades da Bahia. A taxa média nacional é de 4,8% por 100 mil habitantes.

Para a coordenadora do Projeto Respeita as Mina – Litoral Sul, Kaliana Fontes, a escolha da cidade para ser a primeira a receber o projeto foi estratégica. “Apesar de muitos avanços conquistados, ainda é grande o número de casos de violência na região. E além dos casos de homicídio, outros tipos de violência contra a mulher continuam sendo registrados com frequência, mas vale destacar que muitos casos de agressão não são notificados o que torna esse número ainda maior”, disse.

Ascom SPM-BA
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.